DJ carioca faz relato-desabafo após sofrer homofobia em vagão de trem

O DJ Marcelo Alex foi mais uma vítima da homofobia. O carioca foi ameaçado por homofóbicos dentro de um vagão de trem da Super Via, enquanto voltava da faculdade. Segundo relato-desabafo feito em seu Facebook, as ameaças começaram assim que um dos agressores percebeu que Marcelo estava de unha pintada.

“Quando eu entrei, um infeliz percebeu que eu estava com as unhas pintadas de preto e gritou para que todo mundo quisesse ouvir: ‘Um negão desses com a pinta, racha a minha cara'”, relatou o DJ, que logo em seguida passou a ser ameaçado por todos os trogloditas que estavam no vagão.

Segundo Marcelo, um dos agressores ainda citou o presidente Jair Bolsonaro, afirmando que o mesmo já havia liberado agresōes contra LGBTs: “Vamos prestar atenção, quem descer na mesma estação que ele dá um sacode… o presidente já liberou, mesmo” Felizmente, as ameaças não foram concretizadas. Já o dano psicológico causado no rapaz, o acompanhará para sempre. Forças, Marcelo!

Confira o desabafo completo

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!