Pastor que defende “cura gay” estupra e ameaça adolescente com seus “poderes bruxos”

Um pastor, que alega ser capaz de “curar” gays, está sendo processado por ter estuprado um jovem adolescente e ameaçado matá-lo com seus “poderes bruxos” se ele contasse alguma coisa. O caso inusitado aconteceu no Estado de Kentucky, nos Estados Unidos.

Rex Allen Murphy, de 30 anos, é pastor de jovens da Igreja de Deus Polly Ann e foi preso após o rapaz de 16 anos denunciar o abuso, que aconteceu na igreja e na casa do suspeito por pelo menos seis meses. “A vítima afirmou que o suspeito disse a ele, em numerosas ocasiões, que esfregando sua pele ou apertando sua mão, ele poderia dizer seus pecados, pelo poder que ele tem. Ele vem de família de bruxos”, contou Colin Hatfield, chefe da polícia local. “Ele estava com muito medo, porque o suspeito vinha ameaçando sua vida com magia negra”, completou.

Para a polícia, que acredita haver mais vítimas, o acusado contou que pensou ser capaz de ajudar a vítima com a sua “batalha com a homossexualidade, porque ele também havia experimentado”. Rex confessou as acusações, mas negou as referências à bruxaria como ameaça. Um porta-voz da igreja alegou que “não há razão para acreditar que qualquer abuso ocorreu no terreno da igreja”, acrescentando que a instituição estava lidando com a situação internamente.

O Pheeno.com.br é um portal de notícias, estilo de vida e entretenimento LGBT do Rio de Janeiro, antenado também em tudo que acontece de importante para o segmento no Brasil e no mundo!