Garoto de programa é preso por cobrar R$ 5 mil de cliente para não divulgar vídeo íntimo

Um garoto de programa de 22 anos foi preso na noite da quarta-feira (17/01) no bairro de Mandacaru, em João Pessoa, suspeito de extorquir um cliente. Segundo a Polícia Civil, o suspeito havia gravado a relação sexual com o cliente com uma câmera escondida e fez ameaças para publicá-lo caso a vítima não pagasse R$ 5 mil.

O homem que havia mantido relação sexual com o garoto de programa procurou a Polícia Civil após o início da extorsão e denunciou o caso. Ainda segundo o GOE, o suspeito gravou a relação sexual com a vítima usando câmera escondida em uma réplica de chave de carro. Segundo a polícia a vítima matinha uma relação com o garoto de programa desde 2016 onde tinham dois encontros mensais, no valor de R$ 100 cada.

A polícia investiga se outros clientes do garoto de programa também foram gravados e extorquidos, uma vez que apenas um deles procurou a delegacia. Na mensagem de áudio enviada pelo garoto de programa para o cliente, e divulgada pela polícia, o suspeito faz ameaça e dá um prazo para o pagamento.

“Você vai me pagar até segunda-feira, seu safado, ou então eu vou publicar o vídeo para todo mundo ver, para sua mulher saber que você é veado”, avisou o garoto de programa. Em depoimento à polícia, o jovem explicou que é a primeira vez que faz isso e só fez esse tipo de ameaça porque estava devendo R$ 1 mil e precisava de dinheiro. O suspeito foi ouvido e encaminhado para a carceragem da Central de Polícia, em João Pessoa.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!