Médico paulista é roubado após suruba com quatro pedreiros em Fernando de Noronha

Um pedreiro foi preso em flagrante pela Polícia Civil de Fernando de Noronha após um turista denunciar que teve R$ 2 mil roubados enquanto fazia sexo com ele e outros três operários, na madrugada de domingo (11/10), em Fernando de Noronha (PE).

Ao G1, a comissária especial da polícia, Eva Moura, informou que o turista é um médico, morador de São Paulo, que estava retornando para pousada onde está hospedado, por volta das 3h, quando encontrou quatro trabalhadores de uma obra. “Nas proximidades da BR-363, o turista se deparou com quatro homens, e um deles questionou se o visitante teria interesse em sexo. O turista respondeu e indagou se o ato poderia ser com os quatro trabalhadores, e os homens aceitaram a proposta”, afirmou a comissária.

Após o turista tirar a roupa, o pedreiro pegou a pochete onde estava a quantia de dinheiro do médico e fugiu. O visitante saiu em perseguição, e o acusado jogou a pochete fora. Com a ajuda dos outros três, o turista recolheu os pertences e percebeu que a quantia de R$ 2 mil havia sido roubada. “O visitante fotografou o acusado e, a partir dessa imagem, nós identificamos que se tratava de um pedreiro que trabalha na obra de uma pousada. O acusado confirmou a denúncia de furto, devolveu R$ 1 mil e foi preso”, declarou Eva.

O acusado confirmou o furto, devolveu R$ 1 mil e foi preso. Ele foi submetido a uma audiência de custódia on-line devido à pandemia da Covid-19 e, de acordo com a decisão da Justiça, irá responder pelo crime em liberdade.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!