Homem é condenado por atirar em residentes LGBT de uma vila inteira

EUA – Um homem de Montana foi condenado a 18 anos de prisão após sua condenação por crime federal de ódio e acusações de porte de arma de fogo relacionadas a uma “missão autodescrita para livrar a cidade de Basin de sua comunidade lésbica, queer e gay”, disseram autoridades.

Segundo a CNN, John Russell Howald foi condenado em fevereiro por disparar um rifle do tipo AK na casa de uma mulher que se identificava como lésbica, disse o Departamento de Justiça dos EUA em um comunicado à imprensa. A mulher estava dentro de casa durante o incidente de março de 2020. Howald estava armado com dois rifles de assalto, um rifle de caça, duas pistolas e vários cartuchos de alta capacidade.

“Esperando que ele a tivesse matado, Howald partiu em direção a todas as outras casas ocupadas por pessoas que se identificam como lésbicas, queer ou gay”, disse o comunicado. Alguns moradores que conheciam Howald o localizaram e o detiveram por tempo suficiente para que um delegado do xerife do condado de Jefferson respondesse, disseram os promotores.

Ele foi preso no dia seguinte, armado com uma pistola carregada e uma faca. “No carro de Howald, os policiais encontraram um rifle estilo AR e um revólver. A sentença de 18 anos de prisão de Howald, a ser seguida por cinco anos de liberdade supervisionada, foi anunciada durante o Mês do Orgulho e ocorre quando a Campanha de Direitos Humanos declarou estado de emergência nacional para a comunidade LGBTQ+ nos EUA.

Howald esperava inspirar ataques semelhantes em todo o país, disse a procuradora-geral assistente Kristen Clarke, da Divisão de Direitos Civis do Departamento de Justiça. “O Departamento de Justiça continuará a defender vigorosamente os direitos de todas as pessoas, independentemente de sua orientação sexual, de estarem livres da violência alimentada pelo ódio”, disse Clarke no comunicado.

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!

Bee 40tona

Você vai curtir!