Terapeuta ajuda desde 2018 pessoas que vivem com HIV, na luta contra o estigma em torno do vírus

Conversamos com Filipe Estevam no estúdio do Pheeno! Com mais de 7 anos dedicados aos cuidados de pessoas vivendo com HIV, o terapeuta conta que descobriu sua sorologia há 20 anos atrás, quando tinha apenas 23 de idade. Segundo ele, receber a notícia não foi nada fácil. “Parecia uma sentença de morte”, conta o rapaz, que durante muito tempo manteve sua sorologia em segredo por conta do tabu e preconceito contra pessoas que vivem com o vírus. Filipe decidiu, então, falar abertamente sobre seu status sorológico após um episódio traumático de sorofobia. Em resposta a esse evento, ele passou a utilizar o Instagram como plataforma de conscientização sobre o HIV. O carioca conta que outro ponto de virada em sua vida foi quando ele decidiu procurar ajuda psicológica para cuidar também de sua saúde mental. “Para eu ajudar as pessoas, eu precisava entender como que eu poderia ajudar”, conta ele. Hoje ele possui mais de 19 mil seguidores na rede social! Por fim, Filipe ainda ressalta a importância do SUS no tratamento contra o vírus e faz um alerta: “Em 2023, nossa maior guerra é contra o preconceito. E contra o preconceito só existe uma arma que é a informação”.

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!

Felipe Sousa

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!

Você vai curtir!