Amaury Lorenzo, o Ramiro de “Terra e paixão”, alega racismo em aeroporto do Rio

O ator Amaury Lorenzo, que dá vida ao capanga gay Ramiro em “Terra e paixão”, novela da TV Globo, utilizou as redes sociais para denunciar ter sofrido racismo durante uma abordagem no Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, na tarde desta sexta-feira (12/01). Em vídeo compartilhado no Instagram, ele mostra que precisou ficar descalço durante a inspeção e diz que os agentes suspeitaram que ele transportava algo ilícito.

No aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, eu tive que ficar descalço, sem conseguir embarcar. Estou preso aqui, sem conseguir embarcar, com a desconfiança de que estou levando alguma coisa. Triste, né? Pois é. Deve ser o meu cabelo, a minha pele”, desabafa o ator. Na gravação, é possível ver o ator sendo abordado por um agente, que tenta impedi-lo de usar o celular em uma área restrita. Ele encerra o vídeo depois que o funcionário insiste. “A gente conversa depois”, promete aos seguidores.

Ao site Metrópoles, o Riogaleão afirmou que “repudia qualquer forma de discriminação e reafirma seu compromisso com a igualdade e a diversidade“. “Durante a inspeção do Sr. Amaury Lorenzo, que foi conduzida com respeito e cordialidade pelos Agentes do aeroporto, outras pessoas também passaram pelo mesmo procedimento em outros equipamentos. Após a inspeção, o ator embarcou normalmente“, informou.

Confira

VEJA + NO PHEENO TV

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!

Felipe Sousa

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!

Você vai curtir!