Após caso de transfobia, Nego do Borel cancela gravação de DVD

Após as repercussões do comentário transfóbico feito por Nego do Borel à youtuber Luisa Marilac, o funkeiro decidiu adiar a gravação de seu novo DVD, que estava prevista para acontecer no dia 29 de janeiro, Dia Nacional da Visibilidade Trans.

“Pessoal, boa tarde. Nos últimos dias venho tentando aprender. Estou aprendendo e entendendo o significado de tudo que vem acontecendo. Descobri que no dia 29 de janeiro é dia da visibilidade trans. Em respeito a todas as pessoas que feri, a comunidade LGBT+ e aos meus amigos que convidei para gravar o DVD junto comigo, peguei, sentei com a minha galera e tomei a decisão de deixar o meu DVD para gravar em outro momento. Agora não vai ser um momento de comemoração. Vai ser um momento de reflexão”, justificou em vídeo.

Segundo o cantor, ele tem aprendido com as críticas que recebeu nos últimos dias. “Eu quero agradecer toda galera que está do meu lado, que está me mandando mensagem, que está me criticando, me ensinando e que está preocupada comigo. E dizer que o que eu fiz não foi certo. Quero pedir para toda a galera que me segue procurar entender e aprender sobre a comunidade e para poder não ferir ninguém, como aconteceu. Todo mundo recebe amor e respeito.”

O show de gravação do DVD de Nego do Borel já tinha sofrido algumas baixas por causa da polêmica do cantor com Luisa Marilac. Em um post no Instagram, o funkeiro chamou Luisa, uma mulher trans, de homem. Após a repercussão, as cantoras Luísa Sonza e Ludmilla cancelaram a participação na apresentação.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!