Aos 61 anos, mulher dá à luz a bebê de seu filho gay nos EUA

Cecile Eledge, 61 anos, recebeu um pedido inusitado de seu filho, Mathew Eledge, que é casado com Elliot Dougherty: ser a barriga solidária para gerar do casal. O caso aconteceu no Estado do Nebrasca, nos EUA.

O casal compartilhou com a família a vontade de ter um filho e convidou a futura avó para gerar a criança. “Não houve momento de hesitação. Foi um instinto natural. Disse ‘Se quiserem que eu seja a gestante, farei isso na hora’”, conta Cecile à KETV News, canal da televisão americana. Como ela já tinha 61 anos, os médicos da Universidade de Nebraska afirmaram que a gravidez poderia ter complicações e que o parto provavelmente seria feito por cesariana. Ao contrário do alertado, a mulher relatou que a gestação foi tranquila. Mãe de dois filhos, ela conta apenas que sentiu mais enjoo do que das outras vezes.

Apesar das previsões dos médicos e da criança ter nascido prematura, o parto foi natural e registrado pela fotógrafa Ariel Panowicz. A menina recebeu o nome de Uma Louise e veio ao mundo pesando 2,5 kg. “Quando você é um homem gay casado e quer ter filhos, você abraça o fato de que vai ter que criar uma família de forma especial. Existem formas criativas e únicas de construir uma família”, diz Matthew.

“Nós somos gratos porque todo o processo correu bem. Estamos muito felizes que Uma e sua avó estão aqui, felizes e saudáveis”, relata. Segundo ele, a equipe responsável pelo parto demonstrou equilíbrio entre compaixão e profissionalismo e agradece aos médicos, enfermeiros e técnicos de laboratório. “Agora nós vamos apenas relaxar e curtir esse momento”, conta.

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 22 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!