Papa Francisco chama prazer sexual de “simplesmente divino” e afirma: “Vem diretamente de Deus”

Papa Francisco surpreendeu os fieis mais conservadores ao exaltar as virtudes do sexo e da alimentação em uma entrevista publicada em um livro lançado na quarta-feira (09/09) na Itália. Líder máximo da Igreja Católica, Francisco afirmou para a publicação que o prazer sexual e o gastronômico são “simplesmente divinos”.

“A Igreja condenou os prazeres desumanos, grosseiros, vulgares, mas por outro lado sempre aceitou os prazeres humanos, sóbrios, morais”, disse o papa argentino quando questionado por Carlo Petrini, escritor e gourmet italiano. “O prazer vem diretamente de Deus, não é católico, nem cristão, nem nada parecido, é simplesmente divino”, enfatizou.

O papa se opõe categoricamente a uma “moralidade abençoada” que rejeita a noção de prazer, como aconteceu na história da Igreja Católica, porque “é uma interpretação errônea da mensagem cristã”. “O prazer de comer serve para manter uma boa saúde, da mesma forma que o prazer sexual serve para embelezar o amor e garantir a continuidade da espécie”, explicou.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!