Jovem é preso por fingir ser massagista gay para abusar sexualmente de influenciadoras digitais

A Polícia Civil do Rio anunciou nesta quarta-feira (20/01) a prisão de Matheus Calainho Cyranka, de 26 anos, que se passava por um massagista gay para abusar sexualmente de influenciadoras digitais. O acusado foi preso nesta terça-feira (19/01) em sua casa, no bairro Recreio dos Bandeirantes, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

De acordo com as investigações da 16ª DP (Barra da Tijuca), Matheus abordava suas vítimas pelas redes sociais propondo a troca de seu serviço por divulgação. Pelo menos sete mulheres foram vítimas de Matheus nos últimos dois anos. Para que as vítimas não desconfiassem de suas verdadeiras intenções, Matheus se apresentava como homossexual ao oferecer seus serviços. Durante o procedimento, entretanto, ele chegava a tocá-las e até a se masturbar.

Uma das vítimas, a influenciadora digital Bruna Wright, de 21 anos, expôs o caso em seu Instagram. “Teve um momento que ele estava fazendo massagem e eu comecei achar meio estranho. Eis que olho pelo espelho e ele estava se masturbando enquanto fazia massagem. Quando eu vi a situação, tive uma reação ativa e parti para cima dele, expulsei de casa. Peguei a toalha e comecei a bater nele, falando ‘nojento, sai’. Ele saiu, foi embora muito rápido”, relata na rede social. Depois de divulgar sua história, outras meninas também revelaram ter passado pela mesma situação.

Segundo o Extra, Matheus admitiu aos policiais não ter formação em cursos de massagem e ter aprendido algumas técnicas assistindo a vídeos no YouTube. Ele irá responder pelo crime de violação sexual mediante fraude. A pena varia entre dois e seis anos de reclusão. De acordo com os advogados Caio Cytrangulo e José Victor Moraes, que defendem Matheus, o jovem é inocente e provará isso em juízo. “Ele está à disposição das autoridades para prestar esclarecimentos, razão pela qual não há motivos para a prisão preventiva“, informaram, em nota.

VEJA + EM PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!