Novo livro sobre os bastidores de “Drag Race” revela detalhes por trás do infame lip sync de Valentina

RuPaul’s Drag Race“, que recentemente coroou a vencedora da 15ª temporada, Sasha Colby, tem sido um dos pilares da cultura pop desde sua estreia em 2009. O reality de competição de drag se tornou ainda mais popular desde que saiu da Logo TV, um canal a cabo de entretenimento LGBTQIA+, para VH1 e depois a MTV nos últimos anos, ganhando Emmys ao longo do caminho.

Um novo livro, intitulado “And Don’t F&%k It Up: An Oral History of RuPaul’s Drag Race (The First Ten Years)“, foi escrito por Maria Elena Fernandez e oferece uma espiada por trás da cortina na primeira década de produção do programa revolucionário, abrangendo as primeiras 14 temporadas fabulosas via entrevistas com muitas de suas estrelas e apresentadores, incluindo RuPaul Michelle Visage.

Uma das histórias exploradas no livro é sobre o infame lip sync for your life mascarado de Valentina (para “Greedy“, de Ariana Grande) na nona temporada de “Drag Race“, que culminou em sua eliminação por não saber a letra. De acordo com Shea Couleé, que competiu na nona temporada, as queens ficaram tão confusas quanto todos os outros quando a música começou e Valentina manteve sua máscara. “Eu me lembro da música começando. Cerca de 30 segundos depois, senti que todos começaram a olhar de um lado para o outro“, conta Shea. “Então eu pude ver Michelle [Williams, uma das juradas] virando-se para Ru e… todos da equipe se olhando”.

Randy Barbato – um dos fundadores da produtora de “Drag Race“, World of Wonder, e produtor executivo do reality show – descreve o lip sync como um “momento foda”. “O produtor em mim estava feliz por isso ter acontecido, mas [nós sabíamos que] teríamos que parar com isso, e Ru [iria] saber como. Foi agridoce porque amamos Valentina. Eu pensei que era um truque. Mas havia indicações nos bastidores de que talvez ela não estivesse preparada“, revela Barbato.

Em outra parte do livro, Jinkx Monsoon (vencedora da quinta temporada e do “All Stars 7“) admite que alguns incidentes envolvendo sua narcolepsia foram “montados” para a câmera. “Para mim, os momentos são óbvios. Quando estou adormecendo tentando escrever minhas piadas, isso foi real. Quando estou no meio de uma frase e, de repente, corta para mim e estou dormindo, isso foi armado”, ela admite. “And Don’t F&%k It Up: An Oral History of RuPaul’s Drag Race (The First Ten Years)” já está disponível, por enquanto apenas em inglês.

VEJA + NO PHEEN TV

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!

Felipe Sousa

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!

Você vai curtir!