SP: Madalena Leite, 1ª vereadora travesti de Piracicaba, é assassinada

A ex-vereadora Madalena Leite foi encontrada morta no início da madrugada desta quarta-feira (07/04) em Piracicaba (SP). Segundo informações da Polícia Militar, o corpo apresentava sinais de violência. Madalena ficou conhecida por ser a primeira vereadora travesti eleita na cidade, em 2012, pelo PSDB.

Conforme a PM, o corpo foi encontrado por volta de meia-noite e meia no imóvel, no bairro Vila Sônia, com ferimentos no rosto. De acordo com o boletim de ocorrência, um vizinho localizou o corpo no sofá da sala. Ele relatou aos policiais que tinha a chave do imóvel, já que sempre frequentava a casa dela, mas ao chegar no local, encontrou o portão da frente somente encostado. Em seguida, ele acionou a polícia. A polícia ainda apura a motivação do crime e procura por suspeitos. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). O caso foi registrado como homicídio e encaminhado para o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) de Piracicaba.

Em entrevista à EPTV, afiliada da Globo, a irmã de Madalena, Maria de Fátima Ferraz, disse que, desde o início da semana, percebeu que ela estava diferente. “Eu mesma, esses dias atrás, perguntei: ‘Madalena, você está meio assim… está acontecendo alguma coisa? Fala comigo’. Mas ele não se abria”, relatou. Madalena foi enterrada no Cemitério da Vila Rezende.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!