Após afirmar que ser gay é uma escolha, deputado bolsonarista do MT diz que não teve “intenção de defender ou ofender”

O deputado estadual Gilberto Cattani (PSL) divulgou uma nota nesta segunda-feira (24/05) onde justifica que não teve intenção de “defender ou ofender” com uma publicação, feita na semana passada. No post em questão, ele afirma que “ser homofóbico é uma escolha, ser gay também”. 

Da parte do deputado não houve qualquer intenção de defender ou ofender essa ou aquela opção ou mesmo orientação, mas apenas de expressar a realidade e diversidade da sociedade, contudo, não defende qualquer ato de violência contra qualquer pessoa humana, tenha ela uma ou outra orientação sexual“, explicou o parlamentar, uma semana após a repercussão negativa da sua publicação.

A Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso (OAB-MT) divulgou uma nota de repúdio contra o político. “A postura adotada pelo deputado em sua manifestação não condiz com um agente do estado eleito democraticamente que tem, pela função que ocupa, redobrada a obrigação de respeitar e defender a Constituição”, declarou a entidade. A OAB-MT salientou ainda que tem “certeza que a Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso, como representante estadual da democracia, irá tomar as providências cabíveis e reforçamos que a OAB-MT cobrará das autoridades competentes o acompanhamento rigoroso do caso“. “A OAB-MT se solidariza com todas as pessoas LGBTQIA+ que foram atacadas e diminuídas em sua existência e sua luta pela fala do deputado”, finalizou.

VEJA + NO PHEENO TV

Felipe é redator do Pheeno! Focado em explorar cada vez mais a comunicação em tempos de redes sociais, o carioca de 25 anos divide seu tempo entre o trabalho e a faculdade de jornalismo, sempre deixando espaço para o melhor da noite carioca!